Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2012

Revolta da Cachaça: primeiro exercício de democracia no Brasil

Imagem
Para os que curtem História Colonial do Brasil. Aqui vai um excelente artigo de Pedro Dória:
"No anoitecer do dia 6 de abril, em 1661, Jerônimo Barbalho Bezerra foi decapitado no Largo da Polé, hoje Praça XV, perante a população. Sua cabeça, escreveu dias depois o governador Salvador Corrêa de Sá e Benevides, foi posta "no pelourinho para se conseguir a quietação" do povo. Terminou assim o período de cinco meses em que os cariocas governaram-se a si mesmos, no primeiro exercício de democracia da História do Brasil. Faz mais de 350 anos.
A Revolta da Cachaça, que Bezerra liderou, é pouco documentada e por isso mesmo objeto de polêmica. Ele era, nos dizeres do tempo, "nobre da terra". Senhor de engenho, filho de herói da batalha que expulsou os holandeses da Bahia em 1625, um homem que tinha ao seu lado vereadores e outros donos de terra na região. É o que sugere ter sido uma briga interna da elite.
Não era a impressão do importante historiador britânico Charles Bo…

17 de novembro - Aniversário do Bairro de Campo Grande, RJ - 409 anos de História

Imagem
Parabéns a todos os moradores do nosso querido bairro!
Campo Grande é um bairro da cidade do Rio de Janeiro, localizado na zona oeste. Hoje possui uma infra-estrutura completa de uma cidade grande com seu comércio, área de lazer, escolas, Shopping, hospitais, clínicas e serviços dos mais variados possíveis. Mais nem sempre foi assim, vamos conhecer um pedacinho desta história.
Campo Grande nos primeiros anos da década de 40 era considerado como o Império da Laranja, surgiu junto a colonização do Brasil. O vale que começava no Rio da Prata e terminava no Cabuçu, era habitado pelos índios picinguaba, foi doado pela Coroa a Manuel Barcelos Domingos. Este em 1673 construiu a capela de Nossa Senhora do Desterro, que foi transformada na Matriz de Campo Grande. Junto a igreja achava-se o poço Nossa Senhora do Desterro, de onde a população abastecia-se.
A região começou a progredir em 1878, quando da inauguração da estação  ferroviária de Campo Grande, da Estrada de Ferro Central do Brasil. A …

Site explora a história do Rio e mostra sua evolução

Imagem
Site reúne a história da cidade e mostra a evolução dos serviços públicos.
Lançado no dia 06/11/2012, com patrocínio da Secretaria de Cultura do Estado do Rio de Janeiro, o site Casa do Rio de Janeiro resgata a memória da cidade desde a o período colonial até os dias atuais. Mostrando as mudanças na geografia e arquitetura da cidade e a evolução dos serviços públicos, como abastecimento de água, luz e transportes públicos, suas páginas são um prato cheio para estudantes e amantes da história do Rio.
O site é rico em imagens e mapas, com as informações divididas nos períodos que representam os momentos históricos em que o Rio desempenhou papéis políticos e administrativos distintos. Fundada em 1565, a cidade tinha apenas 40 mil habitantes quando se tornou capital do Brasil Colônia, em 1763. Hoje, com mais de 6,3 milhões de habitantes, integra uma Região Metropolitana com uma população aproximada de 12 milhões.
Texto de Thaís Meinicke
Fonte: http://vejario.abril.com.br/especial/

A democracia é difícil

Imagem
Por sugestão do Prof. Victor Hugo Abril, do curso de pós-graduação da  FEUC, coloco aqui essa entrevista, de autoria de João Marcos Coelho, publicada em 24 de setembro de 2003, que faz parte da edição de aniversário dos 35 anos da Revista Veja. Nela o autor procura explicar as observações e as conclusões de Sérgio Buarque de Holanda, nascido em São Paulo em 11 de julho de 1902 e falecido em 1982, através de uma análise histórica. Autor de uma obra colossal, que procura dar conta da tradição colonial brasileira, a partir do surgimento da ideia de nação durante o Império e da modernização do país a partir da República. Sérgio Buarque de Holanda é considerado até hoje um dos mais eminentes intelectuais brasileiros do século XX e  juntamente com Gilberto Freire e Caio Prado Júnior, foi um dos "grandes explicadores do Brasil", isto é, conseguiu criar uma obra tão importante, que tornou o país mais inteligível aos próprios brasileiros. 
Segundo o Prof. Victor, essa entrevista é fun…

Guerra pelo Açúcar - Pernambuco, 1645

Imagem
Mais uma obra prima sobre o Ciclo do Açúcar no Brasil Colonial produzida pela equipe da TV Brasil. Sugestão do Professor Valter Lenine (FEUC - RJ) para seus alunos.
Fonte: TV Brasil

Entradas e Bandeiras

Imagem
Mais um vídeo interessante sobre o Brasil Colonial produzido pela equipe da TV Brasil. Sugestão do Professor Valter Lenine (FEUC - RJ) para seus alunos.

Fonte: TV Brasil

Ouro e Cobiça - Ouro Preto, 1719

Imagem
Um vídeo muito interessante que nos dá uma noção perfeita sobre o Ciclo da Mineração no Brasil Colonial. Uma sugestão do Professor Valter Lenine para  seus alunos do Pós-Graduação da FEUC.
Fonte: TV Brasil

O Império das Províncias, sem o implacável saquarema?

Imagem
Paulino José Soares de Souza, futuro visconde de Uruguai, nasceu em Paris em 1807. Muito jovem ainda, veio para o Brasil em companhia dos seus pais, José Antônio e Antônia Madalena Soares de Sousa, tendo fixado residência na Província do Maranhão. Começou ali a sua formação humanística. Com a idade de quinze anos viajou para Portugal, a fim de iniciar, na Universidade de Coimbra, os estudos de Direito. Nessa Universidade cursou até o quarto ano da carreira jurídica. Em decorrência do fato de ter sido fechada essa Casa de Estudos por causa da revolução favorável a Dom Miguel de Bragança, o nosso autor viu-se obrigado a se transladar ao Brasil, tendo concluído a sua formação superior na Faculdade de Direito do Largo de São Francisco, na capital paulista. Após o recebimento do título de bacharel em 1831 ingressou na magistratura, tendo sido nomeado Juiz de Fora na cidade de São Paulo. Oito meses depois foi transladado à Corte, no Rio de Janeiro, onde desempenhou inicialmente o cargo de J…