Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2008

Está chegando o Ano Novo!

Imagem
. O Ano-Novo é um evento que acontece quando uma cultura celebra o fim de um ano e o começo do próximo. Todas as culturas que têm calendários anuais celebram o "Ano-Novo".
A celebração do evento é também chamada de reveillon, termo oriundo do verbo réveiller, que em francês significa "despertar".

A comemoração ocidental tem origem num decreto do governador romano Júlio César, que fixou o 1º de janeiro como o Dia do Ano-Novo, em 46 a.C. Os romanos dedicavam esse dia a Jano, o deus dos portões. O mês de Janeiro, deriva do nome de Jano, que tinha duas faces: uma voltada para frente e a outra para trás. . Logo, aproveitando a oportunidade. Gostaria de desejar a todos os meus amigos uma ...

Evolução?

Será que desde o começo do mundo, houve até agora uma evolução? Veja o vídeo e deixe logo abaixo o seu comentário.

Meus parabéns a Biblioteca Nacional

.
Assistam ao vídeo abaixo

Não poderia deixar de colocar aqui também este artigo interessante de autoria de José Augusto Júnior do site Canção Nova Notícias e que muito contribui para a importância desse ícone cultural que todos nós brasileiros deveriamos conhecer. Leiam o texto na íntegra.

"Acervo digital da Biblioteca Nacional é um dos maiores do mundo"

A imponente arquitetura da fachada é apenas um aperitivo do que se apresenta internamente. Com o maior acervo bibliográfico do Brasil, a Biblioteca Nacional é, de fato, monumental. São cerca de dez milhões de itens entre livros, manuscritos, fotografias e documentos, conservados de forma bem cuidadosa.

Após cada consulta, tudo é revisado e limpo antes de voltar para as prateleiras. A preservação deste verdadeiro museu, aliado ao processo de modernização, criou um processo de digitalização de cada item existente da biblioteca o que melhorou o acesso e gerou um número maior de consultas.

No site da Biblioteca Nacional é possível fo…

A verdadeira história do Natal

Imagem
Nesta data não poderia deixar de registrar aqui a origem do Natal e o significado da sua comemoração. Conheça a história e as inúmeras tradições que deram origem à Noite Feliz.
Roma, século 2, dia 25 de dezembro. A população está em festa, em homenagem ao nascimento daquele que veio para trazer benevolência, sabedoria e solidariedade aos homens. Cultos religiosos celebram o ícone, nessa que é a data mais sagrada do ano. Enquanto isso, as famílias apreciam os presentes trocados dias antes e se recuperam de uma longa comilança.
Mas não. Essa comemoração não é o Natal. Trata-se de uma homenagem à data de "nascimento" do deus persa Mitra, que representa a luz e, ao longo do século 2, tornou-se uma das divindades mais respeitadas entre os romanos. Qualquer semelhança com o feriado cristão, no entanto, não é mera coincidência.
A história do Natal começa, na verdade, pelo menos 7 mil anos antes do nascimento de Jesus. É tão antiga quanto a civilização e tem um motivo bem prático: cele…

Uma Árvore de Natal do futuro!

Imagem
Gostaria de registrar aqui a beleza da fachada do prédio do Núcleo Avançado em Educação (Nave), escola estadual que funciona na Tijuca, RJ. A arte, aplicada na tela que cobre o prédio, foi criada pelos próprios estudantes com a colaboração dos designers Jair de Souza e Pojucan. Ficou uma bela composição de números binários, onde se misturam futurismo e harmonia visual. Os meus parabéns aos alunos, a professora Rita Quaresma Avellar e a todos que participaram desse belo projeto que faz parte da história do Nave. Um Feliz Natal e um ótimo 2009 para todos!

Uma aula interessante

Imagem
Achei muito interessante a letra da música “Sapopemba e Maxambomba”, cantada por Zeca Pagodinho com letra de autoria de Nei Lopes e Wilson Moreira. É uma verdadeira aula de história da Baixada Fluminense e seus arredores. Deixo aqui os meus parabéns ao meu amigo historiador Alexandre Santos pelo incrível achado.

Confira abaixo a letra na íntegra:

Sapopemba e Maxambomba

(E esta vai pros pagodeiros da Baixada Fluminense)
(Segura aí!)

Tairetá hoje é Paracambi
E a vizinha Japeri
Um dia se chamou Belém (final do trem)
E Magé, com a serra lá em riba
Guia de Pacobaiba
Um dia já foi também (tempo do vintém)

Deodoro também já foi Sapopemba
Nova Iguaçu, Maxambomba
Vila Estrela hoje é Mauá (Piabetá)
Xerém, Imbariê
Mas quem diria
Que até Duque de Caxias
Foi Nossa Senhora do Pilar

Xerém, Imbariê
Mas quem diria
Que até Duque de Caxias
Foi Nossa Senhora do Pilar

Tairetá...

Tairetá hoje é Paracambi
E a vizinha Japeri
Um dia se chamou Belém (final do trem)
E Magé, com a serra lá em riba
Guia de Pacobaiba
Um dia já foi também (te…

O Velho Oeste carioca

Imagem
No dia 13/12/2008 estive no lançamento do livro “O Velho Oeste carioca” do jornalista André Mansur. O evento foi no Chopp da Villa, na Estrada do Pré, 91, em Campo Grande, RJ. Foi um autêntico encontro de saudosistas da história da Zona Oeste num ambiente agradável e acolhedor, que até então eu não conhecia. Lá estavam presentes amigos e admiradores do autor. Entre eles o Matusalém e esposa, que eu tive o prazer de conhecer.

O que mais me impressionou no local foram as fotos de antigos personagens e outras curiosidades que fizeram a história do bairro. O simpático bar, onde se pode tomar um chope gelado, beber um vinho da melhor qualidade e curtir os amigos, merece até ser incluído como mais um ponto cultural em Campo Grande. Meus parabéns ao Mansur e ao seu Ernesto pela excelente iniciativa e pelo faro intelectual.

Saiba mais:
http://emendasesonetos.blogspot.com/2008/11/o-velho-oeste-cariocalanamento_17.html

E o João se foi

Imagem
Aqui do Rio de Janeiro, do outro lado da “poça”, não poderia deixar de registrar com muito pesar, o falecimento do meu amigo professor de História João Batista de Andrade, cuja morte ocorrida no dia 09/12/2008 deixou órfãos todos aqueles que com ele conviveram. Principalmente os que residem na cidade de Niterói, que ficou de luto.

Tive a oportunidade de conviver com o João, durante as aulas do curso de pós-graduação em História do Brasil na UFF no período de 2003 a 2004 e também nos inúmeros contatos que tínhamos através da internet. Conviver com sua inquietude, seu espirito brincalhão, sua irreverência juvenil, seu constante desconforto em relação aos mais humildes e seu despojamento material, foi para mim um grande prazer. São pessoas como ele que nos trazem com sua presença uma sensação de pureza. O João foi para mim, aquele brincalhão sério que com sua simplicidade, sempre  nos divertiu e provocou a nossa consciência.

Infelizmente a cidade de Niterói ficou mais triste. Meu querido J…

A “nave” da tecnologia contribuindo para a história da educação digital

Imagem
.
Gostaria de registrar aqui as minhas impressões sobre o Descolagem #3 realizado no dia 22/11/2008. E também dizer que eu estive lá.

Logo na entrada, pelo colorido do prédio de número 204 da Rua Uruguai, na Tijuca, no Rio de Janeiro, já se percebe que ali funciona uma escola diferente. Na verdade, talvez seja a única do tipo no Brasil. Uma escola moderna com formação técnica digital, um clima futurista, horário integral, inovadora e interativa. Durante o evento, o que mais me impressionou foi o entusiasmo e o interesse do público presente em todas as palestras dadas e onde o que mais se buscou por parte de todos os palestrantes, foi a troca de saberes e conhecimento.


Adinalzir Pereira e Alexandre Rosa Sales É sempre muito importante estimular os jovens e os professores com projetos como esse, que valorizam o trabalho coletivo e as novas tecnologias. E para mim, projetos desse tipo têm sido um bom exemplo. O problema é o despreparo da maioria dos professores, pois a meu ver existe um abis…